Quando os escritores devem começar a divulgar o livro?


Um notebook, um livro sobre marketing ao lado em cima de uma mesa de madeira, com outros objetos. Uma mão escreve em cima de um documento próximo ao computador.
O escritor precisa cuidar do sua comunicação e marketing para vender o livro

Muitos escritores ficam na dúvida sobre quando e como devem fazer a divulgação de seus livros. Esses são os melhores casos, porquê também existem os escritores que não percebem que terão de participar ativamente do marketing e comunicação relacionados a sua carreira, deixando tudo para a editora.


Os do segundo caso tendem a não vender muitos livros e nem serem muito conhecidos.


Se você é um escritor do primeiro exemplo, aí vai a sua resposta: Agora. Nesse instante.


Não importa em qual fase o seu livro está, mesmo que você ainda esteja escrevendo, já é o momento de começar a falar dele, de deixar as pessoas curiosas sobre ele.


Lembre: o seu livro é um produto. A visão parece fria, mas se não visto dessa forma, o livro não vende. Não quer dizer que não existe arte ali, claro que sim. Uma coisa não anula a outra.


A arte está presente. Mas para que ela chegue nas pessoas, para que seja lida por elas, é preciso encarar a obra como um produto comercial.


E como você começa a divulgar o seu livro?


Para cada fase existe uma estratégia e isso também varia com o gênero do livro. Então, se você está começando agora o primeiro movimento é descobrir quem é o seu público.


E isso porquê se você não sabe quem é o seu público, não saberá do que ele gosta, por onde ele anda e o que ele quer.


Então descubra quem é o seu leitor ideal, descubra quais os seus hábitos, sua idade, gênero e gostos. Desse modo, você saberá quais são as necessidades dele e como o seu livro pode atendê-las.


Peça ajuda, faça perguntas a pessoas que você imagina serem seus leitores, observe sua rotina online, crie um perfil, uma persona desse leitor ideal.


Fez isso? Descobriu o que o seu leitor quer? Muito bem. Agora é a hora de saber por onde ele anda.


Seu leitor está no Facebook, no Instagram, no e-mail ou em todos eles? Seu leitor talvez seja uma pessoa que nem usa muito a internet, mas vive em feiras literárias ou busca palestras do seu meio.


Assim que você descobrir onde está o seu leitor, também esteja nesses lugares falando sobre o seu livro, chamando esse público. Se ele só usa o Instagram não adianta investir em e-mail marketing.


Agora é fazer conteúdo sobre os seus livros nesses lugares ou plataformas. Lembre que você, a essa altura, já deve saber o que atrai a sua persona, o que precisa e como o seu livro atinge essa necessidade dela. Então todo o conteúdo ou comunicação pensada para essa pessoa precisa levar isso em conta.


Dica extra para se comunicar bem com o leitor ideal do seu livro


E aqui fica mais uma dica: crie intimidade com esse público. Se você estiver nas redes sociais com um perfil próprio, por exemplo, não faça SOMENTE posts de venda do livro, faça também alguns sobre a necessidade do seu leitor, faça conteúdos falando com ele, mostre um pouco da sua rotina como escritor, e então apresente seu livro. Aos poucos os leitores vão se aproximar de você.


Outra estratégia importantíssima é fazer parcerias estratégicas: faça seu livro ser falado por outras pessoas, influencers, blogueiros, artistas...


Agora que você conhece seu público, também sabe em quais meios ele se informa sobre os livros. Então encontre blogs, instas, revistas que esse leitor acompanha e converse sobre uma parceria ou até um publieditorial. Se outras pessoas validarem sua obra, isso gera tanto visibilidade quanto autoridade.


Não quer fazer isso sozinho? Você pode contratar serviços especializados. A Flyve tem funcionários de comunicação que trabalham diretamente com redes sociais e assessoria de imprensa. Conversa um pouco com nossa equipe, que poderemos ajudar!