• Braian Avilla

Escritor sem leitura não faz boa literatura


Parece pesado ou polêmico um título que já entrega de cara um resumo franco e direto do que se aborda sem ao menos dar o direito de argumentação para quem está lendo, mas trago reflexões para que a gente entenda que leitura é a base para a “formação” do bom escritor.

O ato de escrever é um ato de criação literária, estamos produzindo algo a ser lido. Logo, como podemos fornecer boa literatura aos nossos receptores se não estamos munidos dela?


POR QUE EU DEVO LER PARA PODER ESCREVER?

É óbvio que não estou afirmando que não há possibilidade de uma pessoa que não lê frequentemente escrever um bom livro ou que não deva fazê-lo. Porém, é também muito óbvio que uma pessoa com uma bagagem limitada de literatura está fadada a ter uma escrita mais pobre e, consequentemente, menos interessante e persuasiva.

Quando se lança uma obra literária, a mesma tem de vir imbuída de sentido e clareza, por mais hermética que seja. Eu, admito, não tenho uma escrita super apurada a ponto de me sentir um escritor estupendo e digno de cadeira na academia brasileira de letras. Mas, se não fosse minha gana pela leitura eu talvez jamais tivesse a ousadia de um lançamento literário.

O escritor precisa fazer de sua escrita uma ponte que conecta o leitor com sua criação, fazendo-o naufragar no universo proposto em sua arte. Pode observar que o escritor que tem uma boa primeira página tende a ser muito melhor sucedido que um autor que toma algumas páginas até cativar e prender seu leitor em sua trama. E isso só é possível através de muita leitura.


"Se você não tem tempo de ler, não tem tempo (nem ferramentas) de escrever. Simples assim". - Stephen King

ENTÃO É SÓ LER MUITO E SAIR ESCREVENDO?

Nessa afirmação vemos mais uma obviedade negativa. Escrita é labuta. Uma aranha não tece sua teia de forma a capturar a presa sem antes muito trabalho e dedicação para que não se tenha nenhum fio solto ou vão. A literatura se alimenta de literatura. Para produzi-la devemos consumi-la quatro, cinco, dez vezes mais do que a criamos. Entretanto, se tu não te doas na construção, revisão e refação de um texto, tu terás apenas uma ideia “jogada” no papel (ou no monitor). E, convenhamos, um escultor não entrega uma pedra bruta afirmando que o consumidor deve fazer o que quiser com ela.

O escritor deve consumir muita leitura e ser um exímio crítico, revisor e recriador de sua própria obra. Assim, sua literatura será mais do que satisfatória para ele mesmo e para uma possível editora. Assim, também, seu trabalho será claro, atraente e envolvente para seu leitor.


Para acompanhar mais do autor e seguir suas dicas de escrita e leitura, o siga no instagram em instagram.com/elbraianavilla

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify - Black Circle

Editora Flyve

Rua Rosa peron Franzoloso, n 97, sala 203

Bento Gonçalves - RS

CNPJ 33.825.711/0001-54

Envio de livros de acordo com cada página